recuperacao-judicial

Os pedidos de recuperação judicial cresceram 55,4% em 2015 em relação ao ano anterior, atingindo 1.287 solicitações, segundo o Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações. Foi o maior número desde 2006, após a entrada em vigor da Nova Lei de Falências. Em 2014, houve 828 pedidos contra 874 de 2013.

Do total de 2015, 688 pedidos se referem a micro e pequenas empresas, 354 foram solicitados por empresas de médio porte, e o restante (245) por grandes empresas. Em dezembro, houve alta de 23% sobre novembro, com 150 ações. Em relação a dezembro de 2014, o aumento foi de 183%.

Ainda segundo a Serasa Experian, de janeiro a dezembro do ano passado, houve 1.783 pedidos de falência em todo o país, movimento 7,3% maior que em 2014 (1.661). A maioria (923) envolveu micro e pequenas empresas — as médias somaram 415, e as grandes, 448. Em dezembro último, porém, o número caiu 24,6%, com 129 solicitações.

Conforme os economistas da Serasa Experian, esse resultado é consequência do desaquecimento da economia, de juros elevados e da variação cambial. Essas condições “prejudicaram a geração de caixa das empresas e aumentaram os custos financeiros e operacionais”. Com informações da Agência Brasil.

 

Fonte: http://www.conjur.com.br/2016-jan-11/pedidos-recuperacao-judicial-cresceram-554-2015

Compartilhar

« Voltar

Deixar uma Resposta

Você precisa estar logado para postar um comentário.